Notícias

16/05/2017 10:25

Secretária de Assistência Social faz esclarecimentos em programa de rádio

A Secretária de Assistência Social de Alta Floresta, Luzmaia Quixabeira, participou nesta segunda-feira (15) do programa Atualidades, transmitido pela Rádio Bambina, onde fez uma série de esclarecimentos sobre fatos ocorridos no município na área de sua atuação. Entre os temas abordados estão o atendimento ao grupo da Melhor Idade, recuperação das Academias da Terceira Idade, repasses a entidades e a realização do Integra SUAS, que acontece esta semana em Alta Floresta.

A primeira parte da entrevista feita pelo apresentador Amarildo Ferreira foi sobre o início das atividades com o grupo da Melhor Idade. Luzmaia informou que as atividades ainda não tiveram início porque não houve a conclusão do espaço destinado a atender os idosos, um salão anexo ao Ginásio de Esportes. Os processos licitatórios para aquisição de material elétrico e de pedras de mármore ainda não foram concluídos, impedindo a conclusão e entrega da obra. “Infelizmente no setor público não funciona como na iniciativa privada”, explicou ao radialista. “Nem eu, nem nossos servidores, na Secretaria de Assistência Social, estamos de braços cruzados”.

Como a sede não foi concluída, a secretária informou que os encontros serão retomados a partir do próximo dia 25 na sede do Clube Recreativo Del Moro, cedido para as atividades. “A nossa expectativa era iniciar com a inauguração do novo espaço, mas vamos dar início ali no clube do Del Moro, que nos cede o espaço, são grandes parceiros”, afirmou.

Em relação às Academias da Terceira Idade, Luzmaia explica que o responsável pela empresa que ganhou a licitação para recuperação dos equipamentos não concluiu o trabalho. Ele recuperou o equivalente a três academias, enfrentou problemas pessoais e mudou de cidade, sem dar informações ao Poder Público. Os serviços de recuperação foram retomados e duas foram concluídas. A previsão é que duas sejam instaladas nos próximos dias, uma delas no pátio da Igreja Matriz. “As outras, devido processo de licitação, devemos aguardar um pouquinho mais”, informou.

A secretária também mencionou a mudança na forma de apoio a instituições pelo poder público. O novo Marco Regulatório, criado em 2014 e que ganhou alterações em sua redação no ano passado, estabeleceu novas formas de formalizar as parcerias, termo usado substituindo os antigos convênios. A mudança gerou conflitos e reclamações de representante de uma das entidades, que atuou nas redes sociais criticando a não assinatura dos novos convênios. Entretanto, a demora se deu em razão do novo formato de parcerias, que teve a criação de comissões para avaliar as propostas das instituições e a disponibilidade do poder público. Uma das parcerias já foi formalizada e o recurso repassado. As demais ainda estão em fase de análise e devem receber o aval nos próximos dias. “Houve um processo muito burocrático, muito minucioso. As instituições sabiam e só uma se indispôs, inclusive fazendo críticas nas redes sociais”, lamentou. “Infelizmente temos que cumprir todos os tramites que a lei exige”, acrescentou.

O último assunto abordado na entrevista foi a realização do Integra SUAS, que começa nesta terça-feira e prossegue até quinta-feira. Nesse período estarão presentes em Alta Floresta representantes de 17 cidades participando de dez tipos de oficinas, com capacitação para o servidor. O Integra SUAS acontece nas dependências da Faculdade Uniflor.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo