Notícias

31/08/2017 09:50

População diminuiu em 23% dos municípios mato-grossenses; veja lista

A população está diminuindo em alguns municípios mato-grossenses. A constatação foi divulgada, nesta segunda-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa aponta que houve queda no número de habitantes em 33 das 141 cidades do Estado (cerca de 23% do total).

No Nortão, houve queda na quantidade de moradores em diversos municípios. Itaúba (90 km Sinop), por exemplo, passou de 3.905 habitantes, na estimativa do ano passado, para 3.800, este ano. O número de moradores em Marcelândia passou de 10.639 para 10.422. Em Porto dos Gaúchos, a população total caiu de 5.308 para 5.283 habitantes.

Também houve diminuição em Terra Nova do Norte, cuja população diminuiu de 9.816 moradores para 9.606. Em Nova Guarita, o número de habitantes caiu de 4.523 para 4.457. A população total de União do Sul passou de 3.509 para 3.468. Tabaporã teve queda de 9.398 moradores para 9.309.

Outro município que registrou queda foi Araguainha, que, mais uma vez, ocupou o posto de terceira cidade menos populosa do país. Lá, a população passou de 953 habitantes para 931. Serra da Saudade (MG) ocupa o primeiro lugar no ranking de menor população, com 812 habitantes, seguido de Borá (SP), com 839 habitantes.

Também houve diminuição em cidades mais conhecidas no Estado. Nobres, por exemplo, viu sua população cair de 14.938 para 14.917 moradores. Rosário Oeste saiu 17.016 para 16.908 habitantes. A população de São José dos Quatro Marcos caiu de 18.536 para 18.452 moradores. Em Poxoréu, o número de habitantes passou de 16.209 para 15.985.

Além dos municípios citados, o IBGE registrou queda em mais 21 municípios mato-grossenses:

Acorizal: de 5.301 para 5.269

Araguaiana: de 3.059 para 3.036

Arenápolis: de 9.576 para 9.455

Barão de Melgaço: de 7.886 para 7.872

Canabrava do Norte: de 4.654 para 4.630

Dom Aquino: de 8.009 para 7.977

Figueirópolis D’Oeste: de 3.492 para 3.444

Jauru: de 9.003 para 8.776

Juscimeira: de 11.039 para 10.971

Luciara: de 2.068 para 2.043

Nortelandia: de 5.971 para 5.895

Nossa Senhora do Livramento: de 12.518 para 12. 484

Nova Brasilandia: de 3.931 para 3.827

Novo São Joaquim: de 5.200 para 5.066

Planalto da Serra: de 2.620 para 2.604

Ponte Branca: de 1.588 para 1.560

Porto Estrela: de 3.064 para 2.973

Rio Branco: de 5.028 para 5.019

Salto do Céu: de 3.423 para 3.347

Toxiroréu: de 3.644 para 3.576

Vale de São Domingos: 3.047 para 3.041

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. O IBGE divulga os resultados anualmente.

Conforme a pesquisa, estima-se que o Brasil tenha 207,7 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017, um pouco menor do que a taxa 2015/2016 (0,80%).


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo